Óleos corporais

Óleos corporais

Confesso que não dou muita bola para óleos corporais no verão, não… Mas quando o clima esfria, eles viram meus melhores amigos, haha. Tenho a pele bem seca e, ultimamente, o clima aqui em Curitiba anda gelado, o que faz com que eu sofra um pouco com a pele descamando ou esbranquiçada. Por isso resgatei os óleos corporais que tinha ou ganhei nos últimos tempos e tenho usado muito! E apesar de eles não substituírem o hidratante corporal – já que eles só ajudam a manter a hidratação da pele – pra mim já faz uma super diferença.

E os que eu tenho usado ultimamente são os que estão nesse post aqui – vou falar mais especificamente de cada um deles já já. Além disso, também adoro o mais básico que tem, o óleo de amêndoas da Johnson’s – ele só não entrou no post porque não tenho nenhum no momento e quero usar esses antes de comprar novos. Mas ele está no meu coração também, especialmente pelo custo-benefício.

Procurando indicação de hidratantes para usar no frio? Aqui tem vários!

Leia também: Óleo de Argan pra que serve

O Bio-oil ficou bem famosão ultimamente (tem post só dele aqui) – ele é um óleo que pode ser usado tanto no corpo quanto no rosto e promete hidratar, nutrir e melhorar a aparência da pele com o uso contínuo.

Esse óleo da Souvie eu não conhecia, mas recebi outro dia e já fui testar – ele é orgânico e promete reestruturar o equilíbrio da pele. A composição tem óleos orgânicos de girassol, coco, rosa mosqueta e castanha-do-pará, ricos em vitaminas A, B, C e E. Originalmente ele foi feito especialmente para gestantes – não é meu caso no momento haha, mas uso mesmo assim.

O Huile Tonic da Clarins é um óleo formulado 100% com extratos vegetais – ele promete hidratar e ajuda a firmar, restaurando a elasticidade da pele.

Para terminar o Sève, da Natura, é super famoso também – eles sempre lançam edições diferentes com perfumes gostosos. Esse aí é o de Amêndoas e Frésia. Ele promete pele macia e hidratada por até 24 horas.

óleos corporais

A textura de todos é bem semelhante – uns são mais grossos, como o da Clarins, enquanto outros são um pouco mais fluídos, tipo o Bio-oil, mas não tem muita variação nesse quesito, não.

óleos corporais

Quanto ao perfume, quem ganha de lavada é o da Natura, que tem um perfume bem delícia – acho que esse de frésia talvez seja o que eu mais gostei de todos os da linha que já testei. O que eu menos gosto nesse quesito é o da Souvie – mas não é algo que me incomode, uso normalmente mesmo assim. O que acontece é que, como ele é todo orgânico e natureba, ele tem cheiro dos óleos mesmo, não tem perfume junto, sabem como? Já os outros dois são mais neutros.

Acho que todos deixam a pele macia e dão uma ajuda na hidratação, mas o melhor, para mim é da Clarins. Juro, queria um litro desse, mas infelizmente não será possível porque ele é absurdamente caro, hahaha. Não se pode ter tudo nessa vida – por isso economizo esse potinho mini! De qualquer forma, gosto bastante dos demais também, recomendo todos,

ONDE COMPRAR?
O óleo da Souvie é vendido em farmácias, como na Panvel, por exemplo – o frasco de 90 ml custa R$ 86; o óleo da Clarins e o Bio-oil podem ser encontrados no Beleza na Web – o da Clarins custa R$ 298 por 100 ml e o Bio-oil custa de R$ 36,99 a R$ 79,99, dependendo do tamanho do frasco; por fim, o da Natura, que custa R$ 64,90, pode ser encomendado com consultoras ou adquirido nas loja física ou virtual.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *